23 janeiro 2007

Só para dizer

"Comparar Páginas de Vida com qualquer novela portuguesa é o mesmo que procurar pontos de contacto entre a música de Tom Jobim e a dos Delfins. A do primeiro é densa e poética. A dos segundos é enjoativa, repetitiva e pobre. Seguir a emissão da SIC, passando de um episódio de Floribella para um de Páginas de Vida, é o mesmo que parar de martelar no dedo: continuamos a sentir dor porque as saias de tule da Luciana Abreu ainda nos assombram a mente, mas o alívio é brutal."

José Fialho Gouveia, p. 59, in SOL nº19, de 20/01/2007

5 sem piedade...

Por volta das janeiro 24, 2007 1:40 da manhã, Blogger mood expôs:

José Fialho, José Filaho, sois de grande alcance entre aqueles com aestigmatismo. Boa referência. Texto descomplexado, que é o que precisamos hoje tendo em conta as críticas tão altivas que proliferam por aí em relação à grelha televisiva.

 
Por volta das janeiro 25, 2007 6:57 da tarde, Blogger Undisclosed Recipient expôs:

Eu confesso: eu vejo essa novela. Eu SOFRO!

 
Por volta das janeiro 26, 2007 5:44 da tarde, Blogger Maria expôs:

De facto, já não suporto aquela personagem, escondida por baixo de folhos e tules sem fim, dilemas sentimentais mais previsíveis do que o frio do fim de semana...
Mas quem tem uma criança em casa, tem que fazer sacrifícios... estou a equacionar o uso de anti-depressivos...

 
Por volta das janeiro 29, 2007 10:54 da manhã, Blogger saviol expôs:

entre a floribela e a doce fugitiva ainda estou indeciso... dps queixam-se os meus pais que eu nao paro em casa...
NAO HA CONDIÇÕES!

 
Por volta das fevereiro 03, 2007 6:00 da tarde, Blogger Viviana expôs:

no inicio ate podia ser engraçado essa mania das telenovelas, mas ja diz o velho ditado: "o que é demais cansa!"

 

Arrazoar!

<< Voltar ao P...NS!!!